Eu e minha neutralidade

E aí…


– Fala mamão, filha. Ma-mão.

– Não, filha, fala pa-paia. Pa-paia.
– Ma-mão!
– Pa-paia! PA-PAAAIA!
– MA-MÃÃÃÃO!
– PA-PAAAIA!
– MA-MÃÃÃO! 


(continua por muitos minutos)



Mamãe e papai se esforçam, mas ela não fala nem um nem outro. Aliás, ela não fala, ponto (diplomacia é tudo!). Fica ali, mastigando com seu par de dentes e alternando cara de alegria com cara de nojinho. De longe, a pessoa mais madura da casa.




E nesse momento você deve estar se perguntando: Porque raios a Mariana posta esse texto aqui? Bom…
Depois dos últimos acontecimentos (leia-se brigas familiares) eu venho através deste afirmar a minha posição de neutralidade. Portanto na história acima eu sou a criança. Eu não – repito: NÃO! – me meto em brigas dos outros. 
Mas a minha neutralidade não tem dado muito certo :T. Alguém decidiu que eu tenho que tomar partido. 

Ainda assim, vou tentando manter a diplomacia. Afinal “Não existem vencedores numa guerra!”. Tá, tá, menos. Beeem menos… Eu tinha que dramatizar um pouco a situação ;)

Kisses for everbody. Everbody! Mesmo que você ande brigando! Coisa feia, nanana…


    • Celo.
    • 29 de Março, 2009

    ashuahsuhauhsuah
    é isso é
    ashuauhsauhsuha

    mas as vezes e foda ficar neutro
    algumas coisa pesam muito pro teu lado
    e uma hora bomm, voce precisa ir pra algum lado

    mas nao esqueca, fique no mais forte
    ashauhsauhsuasauhsuhau

    • Magui
    • 29 de Março, 2009

    mas nao esqueca, fique no mais forte

    Hahaha, boa essa Celo!

    • Jorge
    • 29 de Março, 2009

    hdusahdusahduashdsa
    Neutralidade é bom, desde q a fique no mais forte hsuahsuahsuahsa ;D

    • Davi
    • 29 de Março, 2009

    é

    • deo, a terrível.
    • 29 de Março, 2009

    ah, atira pra todos os lados que dá na mesma.
    huahuahua

    baaaaita conselho.

    “P

    • Camila
    • 29 de Março, 2009

    Hmm, pensei que tivessem falado isso por motivos mais sérios ;)
    iuaheaheiuahea.

    Nada ver cara, eu acho massa isso.
    Ás vezes envolve até caráter né, de reconhecer quem tá com a razão independente de quem seja.

    (Não to sendo muito feliz no meu comentário)

    • Gábi
    • 30 de Março, 2009

    pois é, numa situação assim é complicada, um lado mais teimoso que o outro e talz, fazer o que, tudo na vida tem dois lados né :)

    • a Jhu
    • 31 de Março, 2009

    HuahuAHUHauhuAHUha

    Eu gosto de ver o circo pegar fogo, mas a uma certa distância.

    Além de tudo sou inocente.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: